Daniel J Pipes

O Middle East Forum

O Middle East Forum (http://www.meforum.org), um centro de estudos e pesquisa, dedica-se a definir e a promover os interesses americanos no Oriente Médio. Fundado em 1990, o MEF tornou-se uma organização independente em 1994.

Informações sobre adesão e contribuições dedutíveis de impostos nos Estados Unidos podem ser encontradas aqui.

A Missão do MEF

O MEF considera que os Estados Unidos têm interesses vitais na região; acredita especialmente em cultivar laços fortes com Israel, Turquia e outras democracias emergentes; busca favorecer o abastecimento regular de petróleo a baixo custo, e promove a resolução pacífica de conflitos regionais e internacionais.

O MEF vê a região, com sua profusão de ditaduras, ideologias radicais, conflitos existenciais, fronteiras em disputa, violência política e armas de destruição em massa, como uma das áreas que mais geram problemas graves para os Estados Unidos. Assim, reclamamos medidas efetivas para proteger os americanos e seus aliados de tais perigos.

Com esse propósito, o MEF empenha-se na formação do ambiente intelectual em que se decide a política externa dos Estados Unidos, abordando temas decisivos de um modo acessível a um público sofisticado.

Nossa Voz

Membros e colaboradores apresentam-se no rádio e na televisão dezenas de vezes ao ano; na frente das câmeras ou nos bastidores, são uma constante fonte de informação para a mídia, e ainda escrevem livros e artigos. Participam de diversos programas na televisão americana e em redes estrangeiras, sejam canadenses, francesas, japonesas ou a inglesa BBC e a árabe Al-Jazeera. São publicados em todos os grandes jornais dos Estados Unidos e em muitos da Europa, do Oriente Médio e do leste da Ásia. Os membros do MEF também assessoram altos funcionários do governo americano, auxiliam o Congresso com depoimentos especializados e elaboram estudos para o Departamento de Defesa e outros órgãos federais.

A Middle East Quarterly
Editada por Michael Rubin

A Middle East Quarterly é uma revista ousada, inteligente e polêmica, editada por Michael Rubin. Em 96 páginas, abastece o leitor de análises e fatos que o ajudam a entender a complexidade do Oriente Médio. Desde sua fundação em 1994, a Quarterly conquistou influência em Washington - fazendo o Departamento de Estado rever suas políticas, ajudando grupos de pressão a levarem argumentos mais sólidos ao centro do poder em Capitol Hill e inspirando os redatores a escreverem discursos mais sensatos. Nos salões acadêmicos, a Quarterly é o esperado contraponto aos inúmeros textos que atacam continuamente os Estados Unidos e Israel. É um periódico que busca oferecer informações atualizadas para os especialistas e, ao mesmo tempo, assuntos de interesse do público em geral. Os leitores encontrarão na Quarterly entrevistas exclusivas, estudos inéditos e comentários valiosos sobre temas da política, da economia e da cultura contemporâneas.

O periódico tem obtido registros favoráveis em publicações como o Boston Globe, Chronicle of Higher Education, Forward, Near East Report, New Republic, New York Times e Philadelphia Inquirer. E, sinal de que a Quarterly influencia na definição dos debates políticos, seus artigos são reproduzidos por jornais e revistas como o Baltimore Sun, Los Angeles Times, Miami Herald Tribune, National Review, Turkish Times, Wall Street Journal, e o Washington Post nos Estados Unidos e por outros tantos no Canadá, na Europa e no Oriente Médio.

Anúncios

Todo o material deste site ©1968-2017 Daniel Pipes.